Artigos Relacionados

Categorias:

Dengue: Tudo o que você precisa saber para se prevenir

Quando chega dezembro muitos já começam a comemorar o início do verão. Esta estação está no topo da lista de preferência de uma parte da população. Em contrapartida, há aqueles que detestam os meses regidos por esse clima. 

A verdade é que muito mais do que o calor, o verão traz situações muito problemáticas. Por conta do clima quente e chuvoso, o ambiente torna-se favorável para a propagação de insetos. Dentre eles estão os mosquitos que podem transmitir uma infinidade de doenças. 

Atualmente estamos enfrentando um surto de dengue. É possível comprovar isso observando os hospitais lotados. Contudo, é importante tomar passos importantes para evitar passar por essa enfermidade, é o que veremos neste artigo. 

Transmissão da dengue

A dengue chega até o organismo humano através do seu vetor, o mosquito  Aedes aegypti. Contudo, apenas as fêmeas que estão infectadas são capazes de transmitir o vírus da dengue, chamado de DENV. 

Por ser um inseto pequeno, muitas vezes o mosquito passa de maneira despercebida em nosso cotidiano. Assim, a grande maioria só sabe da doença depois que os sintomas começam a surgir. 

Como prevenir?

Prevenir a dengue é muito mais simples do que parece. Entretanto, esse é um compromisso que deve ser levado com seriedade e disciplina. Modificando comportamentos do cotidiano, podemos dificultar a reprodução do mosquito, diminuindo o número de vetores infectados. Veja a seguir algumas dicas de como manter sua casa sem a presença deste inseto. 

Repelente 

Quando falamos do ataque de mosquitos pensamos diretamente no que evita a sua aproximação: repelente. Esse produto deve ser um dos principais aliados na hora de evitar a dengue. Assim, investir em uma marca boa é uma ótima saída para não receber a picada do inseto 

Inseticidas 

Infelizmente os repelentes funcionam apenas para serem usados no corpo. Entretanto há outro grupo de produtos que podem ser usados na casa. Os inseticidas funcionam como veneno para esses insetos. Apenas algumas borrifadas já o suficiente para matá-los. Ademais, hoje ainda é possível encontrar opções que não agridam plantas, animais e crianças. 

Roupas longas

No verão o calor é grande e é claro que todos pretendem sair com a roupa mais fresca do guarda-roupa. Contudo, dependendo do local onde ir, vale investir em vestimentas que cubram mais o corpo. Elas dificultam a chegada do mosquito à pele, evitando a picada. 

Água parada 

Com certeza uma das principais dicas na hora de acabar com o mosquito da dengue é exterminar seu local de reprodução. O principal ponto é entender que esse inseto consegue se perpetuar através de locais com água parada. Existem uma infinidade de espaços onde a água pode acumular e virar um criadouro em potencial. 

Assim, vale observar cada canto da nossa casa e de ambientes públicos à procura dessas irregularidades. Algumas ações são importantes como:

  • Evitar entulhos nos quintais;
  • Adicionar areia nos pratinhos de plantas;
  • Evitar deixar pneus na chuva;
  • Manter bebedouros de animais em locais fechados e limpos;
  • Usar mosquiteiros nas camas e telas em janelas;
  • Manter baldes e garrafas viradas para baixo;
  • Cobrir piscinas e caixas d’água;
  • Manter lixos tampados;
  • Cobrir piscinas;
  • Adicionar água sanitária nos ralos periodicamente. 

Sintomas

Mesmo tomando todos os cuidados, ainda existem chances de pegar dengue. Por esse motivo é importante ficar alerta aos sintomas. Essa doença, na maioria das vezes, possui recuperação. Contudo, em alguns casos pode evoluir para algo mais grave, podendo causar óbito. 

Por isso, ao começar a notar modificações no corpo é muito importante correr para o hospital. Os sintomas são fáceis de se identificar. Veja a seguir os principais:

  • Febre repentina;
  • Prostração;
  • Dor de cabeça;
  • Dor atrás dos olhos;
  • Dores nas articulações. 

Vale destacar, no entanto, que entre o 3º e 7º dia da doença, a observação deve ser redobrada. Isso porque alguns sinais podem alertar, indicando um caso um pouco mais grave. Nessas situações, vale perceber a presença dos seguintes sintomas:

  • Vômitos;
  • Irritabilidade ou letargia;
  • Sangramento de mucosa;
  • Dor abdominal;
  • Aumento do fígado.

Depois da fase crítica, o paciente passa a apresentar uma melhora, encaminhando-se então para o momento da recuperação. Deve-se lembrar, entretanto, que alguns grupos podem correr um risco maior. Mulheres lactantes e grávidas, pessoas com mais de 65 anos, crianças de até 2 anos ou qualquer paciente que já possua alguma situação atenuante pode desenvolver complicações depois da doença. 

Como saber se estou com dengue?

Para saber se você está realmente com dengue é necessário visitar um médico. O especialista poderá solicitar exames laboratoriais para estabelecer a identificação do vírus. 

Tratamento

Uma vez que o médico realmente comprovou a presença da doença, chegou o momento de cuidar da saúde. Entretanto, não existe muito o que fazer para acabar logo com este momento ruim. 

O indicado pelos profissionais é ingerir bastante líquido e repousar. Mas, um ponto importante é não se automedicar. Existem alguns remédios que podem agravar os sintomas da doença. Por isso, é importante ingerir apenas o que foi receitado pelos médicos. 

Conheça a Doctor Prime

A Doctor Prime possui diversos planos para você e sua família com qualidade e preços acessíveis. Nossa equipe conta com médicos qualificados e um ótimo acesso à saúde ambulatorial. Com a Central de Atendimento Personalizado, você terá todo o cuidado!

Adquira agora um dos nossos planos para ter acesso a comodidade e qualidade de saúde que você merece! Tenha acesso a toda cobertura que a Doctor Prime oferece para você! Há mais de 10 anos revolucionando a saúde dos brasileiros!

Compartilhe: